Páginas

domingo, dezembro 17, 2006



***
Porto Alegre talvez seja a única cidade do mundo com dois times campeões mundiais. Finalmente posso falar de igual pra igual com os colorados... :)

***

Funk no metrô

Um bando de adolescentes invade um pobre banco do metrô, gritos e briga, querem sentar todos juntos; uma moça,ela deve ter doze anos, fica de pé, outra grita- "pega no ferro vai"; decidem tirar foto de celular com câmera, a maior, de uns quatorze anos, faz poses, agacha, quase senta no colo de um rapaz para tirar a foto; "desculpe", depois de deixar o menino encabulado; um pequeninho dança, enquanto os maiores cantam; a música é algo como:

"Tá quente vou pra praia
Vou pegar uma gatinhavem, fica de bruços
vou roçar na sua bundinha"

O pequeno mexe os quadris- isso é que é zona de desenvolvimento proximal, senhor Vigotsky, os grandes ensinam os pequenos. É, Paulo Freire, educação é meio-ambiente...

***
Proponho criar os "graus humanos". Quando chega a 36° C. está "1000 graus humanos". Quando chega a 42, como anteontem, está "3000 graus humanos". Mas quando chega a 50, como é o que se sente aqui dentro, então romperam-se as barreiras do humano. Chega-se ao "grau-Bush-não-assinou".
Proponho também a criação de cinco lagos artificiais em Porto Alegre (um deles na área do antigo Beira Rio).
Competitivo
Sou um empresário vencedor
Hoje fiz com que um funcionário trabalhasse por seis
minha fortuna subiu de trinta trilhões novecentos bilhões
para trinta trilhões novecentos bilhões e um
Sou um empresário vencedor
Hoje consegui deixar de pagar impostos, com isenção, senão fugia do Estado
minha fortuna subiu de trinta trilhões novecentos bilhões (e um)
para quarenta trilhõesSou um empresário genial
Hoje fiz com que meus funcionários pagassem pela sua saúde, trabalhasem sem ar condicionado e fossem recontratados pela metade do salário
meu patrimônio cresceu, sou mais competitivo
também acabei com a água de graça; vai que faltatambém destruí uma floresta e paguei para meu filho ficar longe
Sou um empreendedor competitivo
meu patrimônio subiu de quarenta trilhões novecentos bilhões
para quarenta trilhões e 300 bilhõesdestruí a África, acabei com os pólos- devido a fumaça
a violência aumentou, o calor aumentou, gente pedindo comida aumentou
30 seguranças para meu filho, mas o negócio prospera
Sou um top of mind
eu tinha quarenta trilhões e 300 bilhões e agora tenho cinqüênta trilhões.

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Que marca deixaste no mundo
Alma errante?
Um silêncio sem rosto agora pelo mundo
Um sangue antigo trouxeste ao nosso tempo
Um sangue arcaico, sangue ainda
Fantasmas, gemidos, frio cálice de ouro
Teus amigos não estão, falta gente e lembranças
De um tempo que não foi escrito

Os homens, pobres homens tão reais
Quando "o progresso" traz sua paz absurda
A paz é ameaçada agora e agora
Içar velas, velas à paz
Pelos corredores escuros há muitas razões razoáveis.
Estejam além da razão, homens de dia e pão
O medo abre conquistasMas o tempo é mar
Maldito cálculo que alça vôo- condor negro
subtraindo falas, cociente pessoas
Vitórias: que a própria carne estremece
Três filas de mil almas agora te aguardam
Sombrio "salvador"
Rosto sem olhar,
Que deixaste para nós?
O mundo de ti se despede
Estandarte de um banquete indigesto
Como se inferno e céu
Tendo gozado de tua força
Te fizesse cair no espaço nulo do indesejável
O mundo é silêncio agora, senhor
Ninguém chora tua morte.

ajr

sábado, dezembro 09, 2006

Afastado por negociar?

06/12/2006

JUSTIÇA AFASTA COMANDANTE DA BRIGADA

"Confusão à vista nas relações entre a Justiça gaúcha e o comando da Brigada Militar. A Justiça determinou nesta quarta-feira o afastamento do comandante geral da Brigada, coronel Airton Carlos da Costa.

O pedido para a saída do oficial foi feito pelo Ministério Público Militar. Segundo a promotoria, o coronel teria interferido na coleta de provas com testemunhas e intimidado subordinados no caso da desocupação da empresa Standard Logística em Esteio, durante um ato organizado pela Via Campesina.

Ele é acusado de ter descumprido a determinação judicial de desocupar a área. Naquela ocasião, a Brigada optou por negociar com os ocupantes para evitar um conflito que poderia ter conseqüências violentas. O promotor João Barcelos dos Reis vai solicitar também o afastamento de dois oficiais do Conselho Superior de Justiça, que receberam recentemente distinção do comandante."

http://rsurgente.zip.net/

quarta-feira, dezembro 06, 2006

Memórias do mundo intermediário (entre a Novela e a favela)

Fiquei chocado ontem, ao ver Casseta e Planeta. A Folha havia comentado que a tendência seria perder o humor, perdendo Bussunda. Achei forçado, na época.

Mas convenhamos: primeira piada- o Lula de pé enfaixado com a faixa presidencial, perguntando se a faixa vai ficar com chulé; depois carros, barulho e um cara que diz fazer jardinagem como terapia, fala no divã com girassóis (está bem mais engraçado nesta linha); um campeonato de “adolescentes” baderneiros que cantavam “daqui para o Carandirú...” e por aí vai... Ah, teve também a que dizia que o sózia de Lula não teve permissão de pousar por causa dos controladores de vôo...

Piada sobre o Lula ainda, que saco! A Marinete também achou muito engraçado um monte de carne que cai no chão, “é cordeiro ao chão”. Huahaha.
Conversa simplificada, para o povo entender, claro. Meios de Comércio Social. Mas não exagerem...

(Povo, que povo? Fazendo como cidadão comum uma carteira de identidade descobri que se leva uma hora na fila; tem um cartaz que diz: "Para ser isento de taxa tem de comprovar renda de menos de 400 reais, não ter dinheiro na hora não significa ser carente". Como é? Para ser carente têm de estar de carteira assinada?)

Hoje, no Correio, uma senhora na minha frente dizia: “Quero zento”.“O que?”, perguntou a funcionaria. “Zento” “Ah, declaração de isento.”

A moça disse que seu nome no CPF não correspondia ao seu nome na identidade, era preciso ir na Receita Federal, ela saiu dizendo "eu lhe digo que tenho CPF desde antes de meu marido falecer, ora essa, não tenho CPF..."

Depois a moça comentou como é difícil lidar com as pessoas, “Eu não sabia que o povão era assim, levei um susto, esse é o mundo em que eu vivo? Eles não entendem que CNPJ e CPF é diferente, ou que Isento é diferente de Imposto de Renda. Era para ser algo simples, mas leva meia hora.”

Uma amiga minha, professora do Estado do RS, comenta que há quatro meses não recebe... Salário? Por que?
Conversa simplificada, formação simplificada, conversa simplificada.Vejo na TV:
“De acordo com a pesquisa da Universidade das Nações Unidas, Roger e Amanda – com um patrimônio de mais de US$ 500 mil – fazem parte dos 2% mais ricos do planeta. São pessoas que detêm mais de 50% da riqueza que está nas mãos das famílias”.
http://jg.globo.com/JGlobo/0,19125,VTJ0-2742-20061205-255759,00.html

Estamos fadados a viver entre uma aristocracia universitária, com suas fórmulas abstratas herdadas da tradição e incapaz de resolver coisas simples, com idéias simples e uma incapacidade brutal dos herdeiros da invasão de partilhar a cultura dos centros de poder e informação e de criar a sua própria?
Lembro que ao ver um filme francês absolutamente subjetivo, silencioso, “O Filho”, um cara disse na saída do cinema: “Foram os seis reais pior gastos em toda minha vida”.

ajr