Páginas

domingo, novembro 09, 2014

Bucólico

- Montes.
- Boi.
- Mas longe.
- A teia de aranha.
- Saudade? Mas o que dizem?
Escuro. Uma aranha na parede. Ruínas.
- Pequenos. Rápidos.
- Cruzando a estrada.
- Molhamos os pés.
- Saudade?
- Acabou.


Ele observa através da janela de madeira.
- Acorde.
- Eu descia até o mundo dos mortos.
Um antepassado tão longínquo.
- Maldição?
- Parente do tio.
- Doze gerações.
Eu tenho medo.
- Herói derrotado.
- Você nasceu.
Na noite caçamos. O silêncio na meia noite. Latidos marcados. Tempestade. Molhados no mato. A cidade. Saudade.

Afonso Lima

Nenhum comentário: