Páginas

sexta-feira, março 06, 2015

Terra

Alguém em algum lugar talvez no branco no caminho para um possível vir a ser. Alguém que fala pela sua boca? Nada, desespero. Sufocado era apenas um grito do não dizível, dor, um grito. Por que em condições normais o que é mais próximo senão as imagens doentes vozes fragmentos o pensar se chama e disso vejo que algo aqui agora respira aqui entre eles respira algo permanece. No sonho um grão apodrece. Ele não pode ser reduzido ao seu ato. O que é não aparecência? Ele quer tornar-se. Um possível vir a ser. Mas quem pela sua boca? No sonho um homem apodrece.

Afonso Lima

Nenhum comentário: