Páginas

segunda-feira, março 07, 2016

Drama

Você não pode me deixar. Nosso amor é maior que isso.
- Até quando eu vou aguentar? Eu faço sempre a mesma coisa.
Lembre dos momentos que vivemos. O por-do-sol na baía aquela tarde. Um amor eterno não pode acabar assim.
- Eu virei um estereótipo. Isso achatou minha vida. Todo dia, todos os anos, eu digo as mesmas coisas. Eu tenho o mesmo sentimento. Eu funcionei como um rosto bonito que desperta empatia, mas estamos reprimindo as pessoas. Estamos alimentando sua inércia. Eu quero acordar e não quero.
Seu lindo rosto, tão meigo. Somos uma só alma. Eu fui um idiota. Eu tenho ciúmes de você. Você é meu sol e minha lua.
- Escondemos algo, escondemos o conflito no âmago da vida. À noite, nós fabricamos as pessoas, a unanimidade na sala de estar. Nossos conflitos, nossos gritos, nossas lágrimas subestimam, criam uma falsa paz, não incorporam a sombra real, não ajudam a vencer, são pré-fabricados. Eu podia tomar uma coisa. Eu podia comprar outro apartamento. Eu queria uma tempestade de verdade, raios de verdade, talvez uma vida mais improvável.
A chuva nos seus cabelos. Você é uma deusa. Case comigo vamos esquecer o passado, nosso amor é para sempre.

Afonso lima

Nenhum comentário: