Páginas

sábado, setembro 10, 2016

Simples

desafiando-me a ser

reescrevendo-me, teus vulgares

abraços numa noite fria

não tenho de rima força

dança de ninfa água

é o princípio do mundo

recebe minha poesia primeira

nada posso de conteúdo

nada de chama metafísica

nem forma mágoa ou transfiguração

feita de frutos em botão e pesares

um rouxinol apesar de tudo

são rascunhos de sol na cama

assim como a dor de uma lembrança

calor vão esqueci de tudo

nosso prosaico mar vento e flor

canção de leveza no dia bruto


Afonso Lima


Nenhum comentário: