Páginas

segunda-feira, abril 23, 2007

Adeus ao Urso...

Em mais um furo de reportagem o Jornal da Globo acaba de mostrar o "mais divertido político do século XX", Boris Yeltsin...

Entre uma explicação inacreditável de que ele estava fadado ao comando porque na URSS uma vez é dos cabeludos outra dos caecas (não é piada!) e toneladas de imagens sobre um presidentes "capaz de fazer os outros rirem", foi falado da "maior rapinagem com empesas públicas" que deu lugar a uma "oligarquia".

Ai, ai, assim como a Vejam Só, a euforia da "capitalização" impede que se fale sério... é a nova política: feita de informações banais...
ajr

2-
É uma atrás da outra, na linha duríssima do JG. Quando parecia impossível ser mais neoliberal, hoje se ouve:
"a GM foi vítima de um coquetel de exigências trabalhistas" e perdeu a liderança mundial para a Toyota mesmo tendo demitido "70.000" americanos em 2006. Rapidamente se comenta sobre o fato da empresa japonesa criar carros "menores e mais econômicos" além de um modelo híbrido (elétrico-à gasolina) que agradou a nova mentlidade dos consumidores...

A culpa? "Custos trabalhistas..."
Ou seja, a visão é tão dura que não muda um centímetro, mesmo quando a relidade parece contradizê-la... Qualquer busca na internet mostraria outra coisa. Por exemplo:

"As grandes firmas nipônicas vêem-se mais como comunidades do que como propriedade dos acionistas. Esta comunidade compreende os acionistas, é óbvio, mas também os empregados, os clientes, os fornecedores e os credores.

Antes de maximizar o valor “líquido” – credo americano – os proprietários pretendem equilibrar o interesse comum da comunidade, a fim de assegurar o sucesso da empresa no longo prazo."


Crescimento sem ortodoxia, Sanford M. Jacoby

http://diplo.uol.com.br/2006-05,a1303

Ou querem nos esconder coisas, ou não quer fazer buscas... jornalismo....

- Ah, teve ainda a "CPI" do "caos aéreo"... e
"a reforma da educação proposta pelo governo é um consenso nacional (um elogio?)
blábláblá o PAC - que ainda não saiu do papel (ah, não, era só introdução...)

ajr

Nenhum comentário: