Páginas

segunda-feira, junho 01, 2009

Se iguais

O futuro do Brasil está na favela
Não nos filhos mimados da burguesia
intoxicados de video-games e mp5
cujo ideal de vida é voar à alta velocidade
entre o lixo e as armas
sem sapatos e sujas
sopranos, filósofos e cientistas
esperando atenção
nas praças, as crianças brincando
um pouco de ar, um pouco
de paz para a criação
livros abertos, as mentes
aprendendo, ensinando
o que cada um apenas sabe
o governo foi comprado
o poder não está com eles
estão sempre vigiando, vigiando sua mente
estão sempre ofertando, o que você não vai comprar
estão sempre falando, antes de você pare pra pensar
A revolução dos livros
a revolução em cada cidade, cada bairro
libertar o aparelho de pensar
contar o passado e abrir o posível
anjos da cidade
tragam uma ciência humana
cujo objetivo seja viver
o ser humano
não para julgá-lo, modelá-lo, torná-lo útil
mas para ampliá-lo, libertá-lo, torná-lo sábio
porque o conhecimento deve ser rebelde, mas simples
que seja também amor
sejam os melhores e lembrem-se
que a felicidade é coletiva
só há um mundo e ele é de todos
encham de flores a vida

Afonso Jr. Lima

Nenhum comentário: