Páginas

quarta-feira, julho 07, 2010

Gift

Quero meu dada particular

um anjo descendo a escada

o que eu tenho é uma canção

maluca, o mundo, complicado

é simples, sim, um arco-íris

e mil luzes de se perder

o africano em mim tem tambores

o mongol quer cavalos no infinito

um sorriso, um abraço, o limite

caminharmos nessas florestas

ou dizermos que tudo é uma fraude

Pode ser que eu corra na chuva

Pode ser que tenhamos um filho

Que aprandamos a perdorar

Que você me faça inquieto

e eu durma em seus braços

um colapso, uma rosa, os campos todos do mundo

Eu sou do coral da savana

Falo em nome de Buda

Sou a selva de ouro

com beijos e abelhas

Sou o vitoriano corpo que treme

Vejamos as estrelas antigas

Na capa do gaúcho, deitados no úmido verde

Não sei começar e nem perder

E você pode dizer: isso é seu

Agora está feito

Meu coração não sabe como

Você vai ser seu dono


Afonso Jr. Lima

Nenhum comentário: