Páginas

quinta-feira, junho 23, 2011

Educação, impessoal

Para J.C.M. Neto

Não o frio do Inferno, por medo
nem a alma que lê, por paixão
um Deus mais duro, o Progresso
(apressar o passo, o homem mole, o futuro pelo sangue)
textos são imagens, economia da alma,
inveja, do não saber feio, a pedra de fora
o novo homem, mil potros liquidificados,
e a terra aberta em novos anseios
*
Outra educação, a da miséria
50 pedras no cansar danado
um professor apanha da polícia
João nunca sonhou com o sertão da gente.

Afonso Lima


Marias

Tu não amavas os livros e eu te amava
Tua poesia era outra
Branca, repete o dia
A água nova do teu rosário

Nada do que sou te fascina
E existe um segredo, só nosso
O poema sem fim, em caos e faxina
A memória e o calor da tua obra.

Afonso Lima

Nenhum comentário: