Páginas

quarta-feira, novembro 02, 2011




Em homenagem às 9 pessoas da Rússia que entraram no meu blog (gente, como vocês sabem português???)
Assisti na Mostra "A cor da Romã" de Sergei Paradjanov (vai escrever isso!).
Sem palavras!
Pura poesia visual. Um cinema realmente feito de reflexões e imagens que narram!

Vale a reflexão do prof. Gilberto Safra:

"Em tempos passados o solo russo era ocupado por uma série de aldeias. (...) A interdependência entre os humanos e entre o homem e a terra é fundante. Assim, na concepção de vida russa é impossível se pensar no ser humano sem o enraizamento na terra, sem considerar a importância do trabalho que transforma e faz surgir as coisas, sem a convivência com outros seres humanos." (Safra, A po-ética na clínica contemporânea, Ideias e Letras, 2004).






Brinde: Sergei Paradjanov by Herchcovitch




Nenhum comentário: