Páginas

sábado, fevereiro 04, 2012


Viktor Vasnetso e o tapete

Por algum motivo os russos quase empatam com os brasileiros nas estatísticas desse blog.
Se alguém tiver uma teoria, me avise ;)

(Ou pode ser um blogueiro russo clicando 100x nessa semana e deixando os irmãos sozinhos com -20 graus na manifestação contra Putin, hoje; ou pode ser que eles saibam que eu li "Memórias da casa dos mortos" nas férias e estou pronto a comprar uma casa na Sibéria - com minha própria usina termelétrica- com todo o Dostoiévski).


Então, uma pintura de Viktor Vasnetso, pintor russo. Talvez "apenas isso" seja pouco...


Viva a democracia de verdade, e não o que fizeram depois da URSS!

Eu sei, eu sei, os outros tiranos que vocês enfrentaram não conheciam o marketing!

Ou será que eles também eram fortões da "nova economia", "salvavam de crises"?


Se há uma coisa que sei, é que o 1% adora uma crise. Quando as pessoas estão desesperadas e em pânico, e ninguém parece saber o que fazer: eis aí o momento ideal para nos empurrar goela abaixo a lista de políticas pró-corporações: privatizar a educação e a seguridade social, cortar os serviços públicos, livrar-se dos últimos controles sobre o poder corporativo. Com a crise econômica, isso está acontecendo no mundo todo. Klein, Naomi)


Força amigos, nem o frio nem o enxofre de Mr. D. pode derrotar vocês!



Aleksei Navalny convocou milhares de russos para manifestações contra supostas irregularidades nas eleições parlamentares


"Eu gostaria de agradecer Aleksei Navalny. Foi ele quem nos uniu com a ideia: todos contra o Partido dos Trapaceiros e Ladrões".

A jovem usou a expressão que Navalny, bloqueiro mais famoso do país, criou para se referir ao partido Rússia Unida, do premiê Vladimir Putin. Preso e agora longe da internet, Navalny, 35 anos, ficou famoso na limitada blogosfera russa. Depois das eleições parlamentares de domingo, ele usou seu Twitter e seu blog para chamar "nacionalistas, liberais, esquerdistas, verdes, vegetarianos, marcianos" para protestar contra irregularidades na votação.


Mais trabalhos de Vasnetso:







Nenhum comentário: