Páginas

sexta-feira, maio 09, 2014

A decisão

- Você entende?
- O caso das maçãs.
- Sim.
- Uma pena.
- Ele quer receber seus 150 mil. E acha que essa é a forma mais rápida.
- Não imagina. Coitado.
- Mas vou dizer. Foi uma vacilada sua. Como ele ficou sabendo?
- Do Conselho?
- É.
- Ele estava trazendo as notas naquele dia.
- Você não tem uma secretária ou algo assim, seu merda?
- Ele viu o conselheiro chegar. Pensei que não...
- Aí você dá uma mala de dinheiro. Seu merda.
- Faz anos que ele. Ora, afinal. O esquema das escolas. Ele é que deveria ter medo de nós.
- Agora teremos que acabar com ele. Pobre homem, começou vendendo limão nas ruas, foi dono de uma distribuidora, agora... A cidade está mesmo muito violenta. Trate de encobrir na imprensa.
- Você sabe. Todos votaram contra o projeto. Ninguém questionou.
- Pobre homem. Se tivesse me trazido 50 mil resolveria o caso.

Nenhum comentário: