Páginas

segunda-feira, março 16, 2015

Sol da manhã (verso ao vivo)

Eu mudo de opinião
é primavera
que eu tenha sempre coragem
de não saber
(o contrário do pensamento
é a certeza)
que eu não seja contra
o que é acaso
(porque tudo é inesperado)
que eu pegue em minhas mãos
o objeto
que eu não diga o certo
e o errado
(pisando com cuidado)
todo mundo faz parte do jogo
e como jogar
que eu não seja para ser visto
aceite o limite
(caminho de pedra e mata
a vida)
que eu plante devaneio
no mundo controlado

Afonso Lima

Nenhum comentário: