Páginas

sábado, setembro 03, 2016

Ode ao gás lacrimogêneo

Viva o gás lacrimogêneo
Que coroa a democracia
Ninguém pode ficar parado
Viva a correria do estudante
Que denuncia a nobre empresa
Que comanda o Estado

Mas, estão perto as estrelas!
O gás é melhor que o pranto
Da corrupção 
Vivo dormindo desperto
E sorrio pálido de espanto

Gás, você mantém o homem aberto
Ao sistema financeiro
Lá na fonte do Danúbio, onde nasce o dinheiro
Também nasce o gás que controla o distúrbio


Afonso Lima



2 comentários:

Vanisa disse...

Um Viva à correria do estudante e aos versos do poeta!!

Vanisa disse...

Um Viva à correria do estudante e aos versos do poeta!!