Páginas

sexta-feira, setembro 09, 2016

uma queda

Mina Iza errou o passo
Ota Nega caiu
toda a luz e parangolés se foram
e quis o tempo
que no momento
em que o crespo apanha
do silêncio militante
ave vosso turbante
em marcha cabelo cor
abrindo novo horizonte
da poesia movimento de um tempo
em que povo louco e criança
estavam no descobrimento
chamo a voz de brasilidade
no tempo hoje o Brasil
saudade do futuro mas
esperança no tumulto de nova pele
como a mina linda brasileira
arte polêmica teoria

Afonso Lima



Nenhum comentário: