Páginas

quarta-feira, dezembro 07, 2016

capitalismo colonial

o empresário escravocrata

é a forma mais pura

a nata da exata faca

cabeça de velho na rua


o empresário escravocrata

conhece jazz e drummond

a nata da bala de prata

corpo negro no papelão


o empresário escravocrata

fala em orçamento e ajuste

offshores e trusts a escravidão

continua no vagão do trem


o empresário escravocrata

vota a lei na calada

da noite e bota gente na rua

democracia de sala fechada


Afonso Lima

Nenhum comentário: