Páginas

domingo, abril 02, 2017

Sem nome

Eu a encontro depois de algum tempo. Não está morta.
Carrega duas sacolas.
Pergunto se está dormindo no albergue.
[Brasil tem 12,9 milhões de analfabetos]
- Vou ver se entro, albergue não é a casa da gente.Dou algumas bananas. Qual é mesmo seu nome?
[Moradores de rua estão jogados à própria sorte]
Deixei as compras na porta do prédio.
- Vai dar tudo certo, tudo de bom.
[Ação da prefeitura remove itens de moradores de rua no centro de SP]Pego as chaves e penso que podia ter dado mais. Penso nos servos da Rússia, como ainda estamos nisso?
[Casal de moradores de rua é morto a tiros na Zona Norte]
Qual é mesmo seu nome? 

Afonso Jr. Ferreira de Lima
 

Nenhum comentário: