Páginas

quarta-feira, maio 17, 2017

Os tiros que mataram JY

JY 87L2 foi atingida no pescoço e pernas e caiu no meio da rua. 
900H foi designado para a investigação. 
Estava cada dia mais difícil identificar um alien, um AI ou um carbono. A mestiçagem havia se expandido na última década. 
Com o avanço dos direitos dos seres, leis foram flexibilizadas para tornar nula a diferença na fila de votação. 
O senador conservador KD 99B0 afirmava que isso possibilitou a "infiltração de não-cidadãos" no processo eleitoral e propôs leis que restringissem fortemente os direitos dos aliens e AIs.
O Congresso conservador conseguira, agora, criar uma comissão para investigar o voto de alienígenas. 
JY 87L2, ativista alien, disse na TV:
- Com novas diretrizes de fundo racista, estaremos colocando de fato pessoas que contribuem para nossa sociedade como sub-cidadãos, fazendo com que tenham direito ao trabalho, mas não à decisão política. Em suma, estaremos fortalecendo as heranças mais reacionárias do colonialismo solar e da supremacia do carbono. 
JY 87L2 começou a receber ameaças de morte. O senador passou a dizer que grupos radicais de esquerda estavam gerando caos - eram os hackers que invadiam sites de indústrias e bancos que o financiavam.
900H achou uma testemunha que observou a placa do carro que alvejou JY. 
A investigação levou a um grupo de jovens de extrema-direita, que apoiara a campanha de KD. A comissão para investigar o voto de alienígenas foi envolta em polêmica e encerrada. 

Afonso Junior Ferreira de Lima







Nenhum comentário: