Páginas

sábado, maio 17, 2014

O cair da tarde

O fim está próximo. Fumam, bebem. Aguardam o contato, não sabem quem. O inimigo acabara de matar vinte e três jovens franceses inocentes, em represália pela morte de um oficial pelo grupo.  
- Não haverá perdão. Depois dos massacres da Polônia, quem...
- Depois do 6 de fevereiro. Repressão imediata dos criminosos. 
- Não haverá perdão. Quem são esses pensadores que...
- Lembro de um artigo na NRF, depois que Hitler restabeleceu o serviço militar obrigatório. "A guerra é a suprema catástrofe. Todo antifascismo deve odiar a guerra".
- Apenas Suarès. Só lembro dele. Ele discutiu em público com Alain. Disse que o livro de Hitler baseava-se na ideia de raça. 
- Raça, um século inteiro, essa imbecilidade. 
-  "Pensam que uma raça superior em contato com uma inferior se degenera", lembro-me de ouvi-lo dizer. 
- Depois de 6 de fevereiro. Só com dez ou doze cadáveres... Se o parlamento fosse invadido pela direita... 
- Tudo já estava claro ali. 
- Mesmo assim, os intelectuais ou são pacifistas ou... Acham que o inimigo do comunismo é a democracia. A democracia parlamentar "capitalista". 
Um pássaro grita. Acende um cigarro.

E um silêncio se bateu sobre eles enquanto a luz diminuía de um azul ofuscante para azul. Max morrera na prisão. Um amigo teve sua casa invadida por soldados embriagados, violentaram sua filha, foi assassinado. Dois escritores foram executados depois de julgamento sumário. 
Desnos está incomunicável na prisão. Muitos estão escondidos. Paul foi deportado para a Alemanha. 

- Eu enforcaria o Sr. Claudel. "Bolchevismo contra a civilização cristã" - eu li em um jornal na época da guerra da Espanha. 
- Parece que ele falou contra o fuzilamento de Nantes. Precisamos criar uma lista de expurgo. Dizem que alguns já fugiram, outros se mataram, outros ainda foram presos pela Resistência e aguardam execução. "Judeus, franco-maçons, bolchevistas - cosmopolitas decrépitos" - gritava um desses panfletistas. 
- Será uma caça às bruxas. Eu serei um deles. Condenaremos a morte tudo traidor? Não haveria tribunal suficiente.
Esperam. A tarde vai caindo com um rosa desbotado que se mistura ao cinza do céu. 

Afonso Lima

Nenhum comentário: