Páginas

terça-feira, setembro 09, 2014

Exílio

A infância perdida
onde tudo era belo
as manhãs eram amigas
o mar era calmo e quente

A infância roubada
onde nada era nada
um criar incessante
sorriso de toda gente

Minha infância me protege
Na negra tempestade
com suas cantigas amadas
E o rio que era apenas um rio

Thadeus K.

(Ajr)

Nenhum comentário: