Páginas

terça-feira, abril 26, 2016

Traduzindo "Macbeth"

Ato I - cena 1
Um espaço aberto. Trovão e relâmpago. 
Entram três bruxas.

1 W - Nós três juntas em que oportunidade
no trovão, relâmpago ou tempestade?
2 W - Quando o tumulto terminado
Perdida a batalha e tudo acabado
3 W - Será isso antes do sol se deitar
1 W - Onde o lugar?
2 W - No pântano. 
3 W - Lá para Macbeth saudar. 
1 W - Eu vou, Graymalkin!
Todas - Paddock chama - sem demora 
o justo é horrível, o horrível justo
pairar através do nevoeiro e ar sujo

Cena 3 - Um pântano.
Trovão. Entram as três bruxas.

1 W - Onde minha irmã estava?
2 W - Com um porco na ponta da faca
3 W – Mana, e você?
1 W - A mulher de um marujo tinha
No colo castanhas, que comia
- Me dá! - falei pra dita cuja 
A gorda grita: Sai daqui, bruxa! 
Seu marido para Aleppo vai, senhor do Tigre
E numa peneira eu parto 
Como um rato sem rabo
Eu faço, eu faço, eu faço

2 W - Te dou um vento que assusta

1 W Gentileza sua 
3 W - E eu um a mais!

1 W - E eu tenho os demais!
Em cada porto que vão parar
Cada canto conhecido
Na carta dos homens do mar 
Eu o dreno como feno seco
Dormir nem pensar, noite e dia 
Nunca o olho bem fechado
Como homem marcado 
Semanas sem fim, em agonia 
a carne sumindo, ele definha 
Não posso ver ele naufragado,
Mas, deve ser bem tumultuado
Olha o que eu tenho aqui.
2 W - Mostra, mostra.
1 W - De um marujo o polegar
Afogado ao voltar ao lar.
3 W  - Um tambor! Um tambor!
Machbeth chegou!
Todas - Irmãs nefastas de mãos dadas
Por terra e mar em mil jornadas
Dançam em roda, dançam assim
Uma vez para você, outra pra mim
Três vezes três e nove no fim

Pronto, o encanto está feito! 

Afonso Lima 


Nenhum comentário: