Páginas

domingo, setembro 18, 2016

Dream

O espírito da música aqui chamei
coro de água e folhas douradas
meu corpo recebe e aceita
budas, flores de duas cores e vinho na mesa com amigos
o que corre fluído e o que muda

deixei o tempo gasto para agradar quem quer que seja
eu sou o nada, som das coisas, e depositei no chão tudo que sabia
o manto vermelho, lança e meu impulso
venho do acaso e do verão, vendo obscuridade

O espírito da música liberta o dia
Não quero ser profundo e toco o centro da terra
Um menino corre atrás de sua bola azul
Aqui tudo é mais lento e justo, estamos juntos
ele sobe na pedra, pequenas asas azuis, canção
coro de água e folhas douradas

Afonso Lima

Nenhum comentário: