Páginas

terça-feira, fevereiro 14, 2017

Calendários

O lorde sentou em sua mesa e escreveu.

A sombra entrou na torre na qual os astrólogos conversavam. Um deles, percebendo, tentou chegar perto de seu amuleto para evocar uma fórmula de proteção.

O sangue caiu sobre mapas, instrumentos e papiros.

O imortal roubou a pequena esfinge dourada, supostamente resultado do amadurecimento do metal baixo, conseguida por eles. E notas escritas.

Agora podia embarcar em um veleiro que retornava da Itália depois de levar toneladas de trigo para a sábia Alexandria. Lá, César queria achar um matemático capaz de reorganizar o calendário, alguém que não manipulasse o tempo de forma a aumentar o ano dos altos funcionários amigos.

Mas isso dizia respeito a passar desapercebido pela astuta rainha, que tinha espiões por toda a parte.

E, de fato, ele foi preso.

A rainha queria saber a origem daqueles papiros e da esfinge.

Ele foi trazido à sua presença enquanto sentava no trono dourado, cercada pelos sacerdotes de Serápis.

A estátua do deus tinha a cabeça de ouro e olhos de pedras preciosas, que brilhavam até mesmo no escuro.

- O senhor conhece a lenda de Ônfale, que vestiu roupas femininas em Hércules e o manteve cativo por três anos? - perguntou a rainha levantando-se.

- Eu vim em nome de César em busca de um matemático - disse o imortal.

- Entendo... César prefere não ter de perguntar à sua vassala... Ouvi dizer que o calendário lunar está em desacordo com as estações.

Seus olhos negros brilharam.

- Mas existe algo no senhor que me deixa intrigada... Será que o senhor conhece o segredo do espírito do mundo capaz de preservar a vida?

Nesse momento, o prisioneiro rompeu as correntes e, como um vento furioso, fez jorrar o sangue de todos os sacerdotes.

Cleópatra ficou pálida e sentou-se. Ele teria preferido não mostrar-se.

- Parece que os imortais de fato existem. Sogístenes, meu melhor matemático será enviado com o senhor. Ele vem estudando o Sol há décadas. Se estou certa, um jovem de lábios grossos, cabelos ondulados e traseiro grande será bem-vindo em seu quarto. Aqui, a penetração não impede a cidadania de nenhum jovem. Eu nunca mais andarei sem um Tyet.

Ela fez sinal para que as servas limpassem aquilo tudo. 

Dois dias depois, ele voltava para Roma com o matemático.

Afonso Lima
 

Nenhum comentário: